O último banho

– Vejo a purificação, divina, vindo do céu.

A histeria coletiva cessa. Alguns comemoram. Irmãos, antagonistas, mas iguais, agonizam juntos.

– Aproveite o silêncio, o inseticida venceu.



Ramon Arzerra, 30 de julho de 2017